domingo, 23 de janeiro de 2011

Da pra entender o coração e a mente de um adolescente?

Não vou usar palavras difíceis nesse post, eu agora, com meus 16 anos de idade, já percebo que pra quem lê esse blog, provavelmente o que está escrito vai muito além do texto realmente, deve tocar em algo mais profundo, algo que nem eu entendo.
Eu sou adolescente, como milhões de pessoas no resto do mundo, que provavelmente enfrentam os mesmos problemas, desfrutam as mesmas alegrias, compartilham as mesmas façanhas e buscam sempre seu melhor, e as vezes podem acabar ocasionando o pior sem querer, mas isso são só detalhes. O que realmente vem me instigando (e espero que está não seja uma palavra difícil pra você, leitor, sendo que ela já o foi para mim há muito tempo atrás) nos últimos tempos, é como essas pequenas façanhas da adolescência, várias, desde o primeiro beijo até as garotas que do nada parecem perceber que você existe, fazem o nosso humor variar tão drasticamente e mexe com a nossa cabeça de um jeito não compreensível, tudo isso no meio de um furacão de perguntas e respostas incompletas, ou as vezes até decepcionantes. E o mais impressionante nisso tudo, e me permitam falar com vocês diretamente, caros leitores (as), é que as vezes deixar as coisas serem levadas por si próprias ao invés de tentar moldar os fatos, podem trazer consequências muito melhores do que as que realmente esperávamos, e talvez ai que esteja a graça de se deixar levar (sem nunca desfocar de seus objetivos) e curtir a vida plenamente, e assim chegar, no que diria meu grande amigo Pedro, no "humor platina", afinal, acho que o que todo adolescente realmente quer é ser feliz, consigo e com seus amigos, e deixar um pouco de lado todos os problemas que essa fase trás consigo. Devanear as vezes é bom.

Com esse post deixo aberta uma nova temporada no Apologias, espero que os meus leitores apreciem os novos rumos do blog, prometo que tentarei ser o mais interessante possível.
------------------------------------------------

Post escrito ao som de Stairway to Heaven (Led Zeppelin) e no meio das empolgantes conversas com o Pedro Mendes.

"There are two paths you can go by, but in this long run, there's still time to change the road you're on" (Stairway yo Heaven - Led Zeppelin [Jimmy Page/Robert Plant])

2 comentários:

  1. Murilo, como eu te disse no msn, você conseguiu dizer de forma simples e direta o que nós discutimos tanto no msn, realmente Stairway to Heaven faz milagres com uma pessoa..

    Sucesso para a nova temporada do blog, o qual acompanharei diariamente agora.

    SOLID PREMISE \m/

    ResponderExcluir
  2. Obrigado Pedro, logo mais farei com toda a certeza uma publicação sobre a banda e a influencia da musica na minha vida. Acho que diariamente fica difícil de postar, mas se você quiser seguir pra se manter atualizado serei muito grato. :D

    ResponderExcluir