terça-feira, 10 de maio de 2011

Sonho VS Perfeição

Primeiramente, vou me desculpar com os leitores do blog por ter ficado tanto tempo sem postar. A criatividade morreu... Sério. A escola a matou, assim como matou quase todo meu tempo livre, e o que sobrou, em vez de eu utilizar fazendo algo produtivo como ler ou escrever, usei indo em festas e ficando super cansado nos dias posteriores, acabando com todo e qualquer pensamento que poderia dar fruto a um texto. Festas de 15, não sou baladeiro.

Fico bastante envergonhado por ter deixado o blog vazio assim, minhas sinceras desculpas pra quem lê o blog... Provavelmente ele vai continuar vazio depois dessa postagem.

-------------------------------------------

Como é comum, enquanto eu estava no banho, uma pequena ideia surgiu na minha cabeça. Foi sendo trabalhada na ida pra escola, durante os períodos letivos a aprimorei e lapidei, e no ônibus, de volta para casa, a conclui.

Eu pensava sobre garotas, nada mais normal pra um adolescente de 16 anos passando pela puberdade, eu pensava nos tipos diferentes, influenciado por um vídeo visto no dia anterior. O vídeo caracterizava em três tipos diferentes, mas não vêem ao caso, pois são totalmente diferentes dos que eu pensei.

Primeiro, me recordei de como seria a garota perfeita, e nessa consiste o primeiro tipo, essa idéia foi se formando ao longo dos meus anos de vida, sendo aprimorada com a mudança de gostos e de pensamentos, mas sua idealização é a mesma sempre: Uma colcha de retalhos com tudo o que há de bom em relação aos gostos aparentes. Essa garota perfeita é aquela que tem tudo em comum com você, gosta dos mesmos filmes, músicas, roupas, livros, instrumentos, etc. É também aquela que possui todos os detalhes que você espera em sua companheira, tem a cor de cabelos ideal, a cor dos olhos ideal, se veste como a garota perfeita deve se vestir, é uma garota totalmente utópica.

Como a maioria das coisas absurdamente otimistas e utópicas, essa garota não deve existir, e se existir, não é totalmente perfeita como você acredita ser, pois essa perfeição é somente aparente e superficial, e relacionamentos afetivos superficiais são falhos.

No entanto, há o segundo tipo, que seria a garota dos sonhos. Não confunda o fato de ela ser dos sonhos, como sinônimo de ser a garota perfeita, a garota perfeita pode aparecer nos seus sonhos, mas ela não é a garota dos seus sonhos. Essa garota dos sonhos não possui a perfeição aparente, na maioria das vezes, você nem sabe como ela é, as suas feições são claras durante o sono, mas ao acordar você não recorda as feições dela. Você pode ficar conversando horas com ela e sempre vai se sentir bem, ela pode ser muito diferente, mas sempre vai te trazer tranqüilidade.

O homem vai sempre procurar pela garota perfeita, mas só vai amar verdadeiramente a garota dos sonhos, porque a garota dos sonhos não está totalmente definida, e uma das melhores partes do amor é ir descobrindo os detalhes da pessoa aos poucos. Como a garota perfeita tem um molde, não é qualquer uma que pode se encaixar nele, mas a garota dos sonhos pode ser qualquer uma, você só precisa descobrir.

Se você é mulher, não tente ser a garota perfeita, mas sim a garota dos sonhos, só assim o rosto dessa garota poderá ficar claro nos sonhos do homem, e ele irá te amar verdadeiramente.

---------------

Música do Post: Com certeza alguma do Supertramp, tendo em vista que só ouvi essa banda o dia inteiro.

3 comentários:

  1. Isso se aplica aos homens também. TODA garota fica imaginando encontrar alguém perfeito, alguma vivem desse sonho, outras sonham sabendo que isso é algo irreal, nunca ela encontrara um cara perfeito, um príncipe. Ah, gostei do texto! :)

    ResponderExcluir
  2. Fatos... Só faltava alguém expressá-los mesmo.
    Eu já desisti da garota perfeita faz tempo... Mas achar a dos sonhos tá dificil.

    ResponderExcluir
  3. Adorei o texto, e acho que a maioria de nós sempre sonha com coisas bastante utópicas, seja a garota/garoto ideal, a sociedade ideal, o estilo ideal... mas nunca para pra perceber o quanto a palavra ideal é ao mesmo tempo utópica, assim como a palavra perfeita. Todos devemos ser perfeitos para nós, não para alguém. Tudo gira muito em torno do exterior no mundo em que vivemos, na busca à perfeição...

    ResponderExcluir