sexta-feira, 19 de março de 2010

Tédio, amor e o que você quiser tirar disso...

Eu to escrevendo isso porque estou com tédio... Sabe, da uma raiva quando você ta fazendo alguma coisa feliz, e vem alguem ou algo e simplesmente atrapalha. Você ta feliz, nao tem nada pra reclamar, nao ta aptrapalhando ninguem, e simplesmente aquilo estraga sua vida, e o pior, você nao pode fazer nada quanto a isso.
As vezes acho que o tédio é o pior sentimento que o ser humano pode sentir, quando você ta triste, você pode chorar, sofrer, perguntar porque o mundo é cruel ou a maneira que você preferir de ficar triste. Mas quando você ta entediado nao pode fazer nada a não ser buscar algo pra se destrair, e as vezes é tão dificil quando certas coisas te empedem.
Mas uma coisa que realmente me desagrada é ficar sem assunto com outra pessoa, claro, as vezes acontece e você logo retoma, porque lembrou de algo que fez que possa fazer surgir um assunto novo... mas quando você nao faz nada o dia inteiro? De que maneira vai fazer brotar um assunto, se você nao fez absolutamente nada.
Acho que a pessoa percebe que realmente ta entediada quando começa a fazer coisas bem fora do comum, por exemplo, eu do nada começei a tocar teclado com o nariz, e logo me via batendo a cabeça no teclado, talvez isso seja tédio extremo, acho que esse tédio chega até a dar raiva de tar com tédio, é realmente confuso.
Outra coisa bem confusa é o amor. Sim, de verdade ele é muito confuso, quando você ama alguém essa pessoa te faz mais feliz do que qualquer outra coisa, mas quando você nao ta falando com ela, o mundo parece tão sem graça. Agora me pergunto se a pessoa amada roubou toda a graça da sua vida só pra ela, talvez seja isso, eu realmente nao sei. Também, quando agente ama alguém sofre tanto por ela, mas sofre tanto, que se você tem algum problema cardiaco é melhor se preparar pro infarto, ou talvez coisa pior, amar realmente é uma coisa desgraçada.
E quando uma pessoa te da o fora, talvez seja a unica coisa pior que o tédio, você se sente tão pequeno, mizero mesmo, e a tristeza é tão grande que acho que o universo pareceria uma formiga perto dela, parece que você perdeu tudo pelo que lutou na vida, e tudo o que fez pela pessoa parece nao ter sido nada. Amar é uma coisa bem perigosa de fato... Eu nao trocaria o amor por nada nesse mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário